gladtolinkblog

Criar etiquetas

Polina Svetlinova

Polina Svetlinova

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
As etiquetas são o motor fundamental da GladToLink. Aprenda a criá-las e configurá-las.

El primer paso es dirigirse al gestor de etiquetas en el Menú Principal de la izquierda. En esta parte de la plataforma podrás ver tus etiquetas, administrarlas y crear otras nuevas…

O próximo passo para criar uma etiqueta é clicar no botão “” no canto superior direito. Isso exibe um diálogo no qual você pode definir o nome, descrição e cor da nossa etiqueta.

Criar etiqueta.

Depois que a etiqueta é criada, você pode adicionar uma lista de valores, um fluxo de documentos e / ou um formulário.

Lista de valores.

Uma lista de valores é uma enumeração de elementos que são usados em etiquetas. Eles também podem ser usados nos formulários.

Uma lista de valores coleta os dados possíveis (bastante fixos) que uma etiqueta pode ter. Por exemplo, uma empresa de logística  pode criar uma lista de possíveis tipos de envio. O valor escolhido para o documento que tem essa etiqueta será exibido na biblioteca.

Para criar uma lista de valores, o primeiro passo é ir para a seção etiquetas do menu, e nele você verá uma opção chamada “Listas”.

Da mesma forma que para criar uma etiqueta, você clica no botão “” e uma janela aparecerá na qual você pode configurar a lista ao seu gosto.

Depois de escolher o nome, descrição e cor desejados, é necessário definir os valores que a lista terá. Para fazer isso, você só tem que clicar no botão com o desenho e uma nova janela aparecerá, na qual você poderá escolher os valores que deseja para sua lista, criando novos ou importando-os de um arquivo CSV.

Para criar novos elementos, você deve clicar no botão “ “Adicionar elementos”. Aparecerá uma janela na qual você deve inserir o novo valor e opcionalmente uma descrição.

Depois de adicionar um elemento, o layout da janela mudará, dando-lhe mais opções, incluindo a exclusão de elementos já criados, a classificação dos elementos, a exportação, a criação de novos ou a importação de novos através de um arquivo CSV..

O último passo é adicionar à etiqueta a lista de valores que você criou, para fazê-lo, volte para o gerenciador de etiquetas e clique no botão “Atribuir” localizado na coluna “ Lista de valores”. Aparecerá uma janela onde você poderá ver todas as listas disponíveis e escolher a que deseja.

 

Formulários.

Um formulário é um conjunto de campos que podem ter dados. O objetivo dos formulários é armazenar conteúdo relacionado a alguma marca.

Para atribuir um formulário à etiqueta, você deve primeiro criá-lo, para criar um formulário acesse a seção “Etiquetas” no Menu do Lado Esquerdo. Uma vez nele, selecione o submenu “Formulários”.

Apenas como criar uma etiqueta, clique no botão “” e uma janela aparecerá na qual você pode configurar o formulário da maneira que quiser.

Nesta janela, além dos campos que geralmente são encontrados, há um campo adicional chamado “Formulários Pré-definidos”. Você pode aprender mais sobre esse recurso neste link.  

  

Após configurar os dados do formulário, é necessário definir os campos que você terá.. Para fazer isso, basta clicar no botão “” e uma nova janela aparecerá na qual você pode adicionar os campos desejados, criando novos ou importando-os de um arquivo CSV.

Para criar novos campos, você deve clicar no botão “ Adicionar campo”. Aparecerá uma janela na qual é necessário inserir o nome de campo, sua descrição, o tipo de campo, e você pode opcionalmente definir uma máscara para o campo.

Assim como nas listas de valores, depois de inserir o primeiro campo, o layout da janela será alterado, oferecendo a oportunidade de usar funções que não estavam disponíveis anteriormente.

Depois de configurar o formulário, resta apenas adicioná-lo à etiqueta. Isso é feito da mesma forma que para listas. Clique no botão “” Atribuir” na coluna “ Formulario”. Uma janela aparecerá em que você pode ver todos os formulários disponíveis e escolher o que você quer.

Fluxo de documentos .

O fluxo de documentos serve para definir os possíveis estados e transições dos documentos que possui uma etiqueta. O mais importante sobre os fluxos é que você pode configurá-los para que um documento precise seguir um caminho específico. Você também pode configurá-los para que a partir de um estado possa ir para vários, eles não têm que ir um de cada vez, mesmo o documento pode chegar ao estado final sem passar por todos os estados.

Para criar um novo fluxo de documentos, acesse a seção “Etiquetas” no menu do lado esquerdo e acesse a subseção “Fluxo de documentos”.

Da mesma forma que para criar uma etiqueta, clique no botão “” e uma janela aparecerá na qual você pode configurar o fluxo da maneira que quiser.

O próximo passo é adicionar o conjunto de estados que você deseje para seus documentos. Para fazer isso clique no botão com o desenho “” na coluna “Estados”. Por exemplo, adicionarei “Pendente”, “Na Entrega”, “Entregue” e “Não Entregue”.

Depois que o primeiro for adicionado, o lay-out da janela mudará, oferecendo mais funções. Para adicionar novos estados basta clicar no botão “Adicionar”. Você também verá que um dos estados está marcado com um visto verde, o que significa que este será o estado inicial do documento. Para alterá-lo, basta clicar na cruz vermelha que corresponde ao que você deseja que seja o novo estado inicial. 

Quando você tenha estabelecido os estados é necessário apenas estabelecer as transições entre eles, ou seja, os possíveis caminhos que eles podem seguir. Para fazer isso clique no botão com o desenho “” na coluna “Transições”. Aparecerá uma janela onde você pode adicionar transições.

Use a opção “Adicionar Transição” para criar uma nova janela na qual você pode configurar uma nova transição. Como você verá, a primeira vez só permitirá que você selecione o estado de início do documento como estado inicial, pois ainda não há fluxo definido; as seguintes vezes permitirá que você selecione estados que você pode alcançar a partir de outra transição já definida. No meu exemplo, defini as seguintes transições.

Depois de definir seus estados e transições, os componentes básicos do seu fluxo estarão completos, basta adicionar o fluxo à etiqueta. Isso é feito da mesma forma que para as listas. Clique no botão “Atribuir” na coluna “Fluxo de documentos”. Você verá uma janela com todos os fluxos disponíveis e poderá escolher o que deseja.

Compártelo
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Leave a Comment

ARTÍCULOS RELACIONADOS